logop33.gif (2108 bytes)

infoan.gif (53664 bytes)

drogas.gif (6090 bytes)

barra.gif (2199 bytes)

Classificando as drogas

Das várias classificações existentes dos psicotrópicos ou drogas psicotrópicas, adota-se a do pesquisador francês Chaloult que dividiu, o que ele denominava de "drogas toxicomanógenas" (indutoras de toxicomanias), em 3 grandes grupos:

Depressores do SNC
Estimulantes do SNC
Perturbadores do SNC

Obs: Alguns trechos referentes às substâncias que se enquadram nas classificações acima foram extraídos da seguinte referência bibliográfica:

CEBRID. Jogo de folhetos explicativos sobre drogas psicotrópicas. São Paulo: CEBRID/EPM, s. d.

© IMESC / INFOdrogas 1999-2003. Todos os direitos reservados

barra.gif (2199 bytes)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

barra.gif (2199 bytes)

Psicotrópicos ou drogas psicotrópicas

(Organização Mundial da Saúde - OMS, 1981): são aquelas que "agem no Sistema Nervoso Central (SNC) produzindo alterações de comportamento, humor e cognição, possuindo grande propriedade reforçadora sendo, portanto, passíveis de auto-administração" (uso não sancionado pela medicina). Em outras palavras, estas drogas levam à dependência.
Psico vem de psique = mente; Trópico vem de tropismo = ação de aproximar. Isso já informa que a sua ação se dá no cérebro.
A ação de cada psicotrópico depende: do tipo da droga (estimulante, depressora ou perturbadora), da via de administração, da quantidade da droga, do tempo e da freqüência de uso, da qualidade da droga, da absorção e da eliminação da droga pelo organismo, da associação com outras drogas, do contexto social bem como das condições psicológicas e físicas do indivíduo.

Topo
barra.gif (2199 bytes)